PUBLICIDADE

Dupla Cidadania Italiana – quem tem direito

Faça a Sua Dupla Cidadania Italiana

Dupla Cidadania Italiana poderá ser feita por qualquer descendente de italianos. Não perca mais tempo. Encaminhe já a sua Dupla Cidadania Italiana.

Todos os descendentes de italianos têm direito à Dupla Cidadania Italiana contudo, algumas limitações são impostas quanto a essa transmissão ser feita pela linha da mãe.

Já, por outro lado, se a cidadania italiana for pela linha do pai a descendência, não há imposição de limite em relação ao ano de nascimento dos filhos(as), ou, em outras palavras, terá direito, não importa qual seja o ano de nascimento.

 

quem tem direito infográfico
O Gráfico Traz Um Resumo De Quem Tem Direito E Do Processo Em Si

Porém, nas situações onde há uma mulher na linha de sucessão, seja no início ou mesmo no meio desta linha de transmissão, só será transmitida a cidadania para os filhos (as), que tenham nascido após a data de 01/01/1948. Essa situação se deve ao fato de que antes desta data, a Itália constituia-se em um reino e somente os homens é que tinham o direito de transmitir a nacionalidade italiana para os seus filhos. A Constituição Republicana veio somente em primeiro de janeiro do ano de 1948, Constituição esta que trouxe esse direito às mulheres.

 

Cidadania Italiana – o que diz a Constituição

Assim sendo, não há a possibilidade, tecnicamente falando e baseando-se nesta lei, de a mulher (ela sendo italiana, ou ela sendo descendente de um homem italiano) passar a cidadania ou a nacionalidade para qualquer descendente seu nascido antes desta data. Em resumo, esta nova lei não poderá ser aplicada a algo que tenha acontecido anteriormente (um nascimento antes da data de 01/01/1948), mas sim somente a um nascimento posterior a lei, ou seja, na data em que passa a vigorar a Constituição, 01/01/1948, e/ou após a data de vigência da Constituição Italiana para a transferência da Dupla Cidadania Italiana pela mulher. Se você se encaixa nesse perfil, encaminhe sua Dupla Cidadania Italiana agora.

 

Dupla Cidadania Italiana – nacionalização do italiano

 

Se o bisavô, avô ou avó, ou pai ou mãe nascidos na Itália e italianos, se nacionalizaram brasileiros, ainda há a chance de haver reconhecimento da Dupla Cidadania Italiana. Neste caso, o filho(a) desta pessoa italiana (bisavô, avô ou avó, ou pai ou mãe italianos), deverá, obrigatoriamente, haver nascido antes da naturalização.

 

Dupla Cidadania Italiana – Cidadania pelo casamento

 

dupla cidadania italiana
Dupla Cidadania Italiana

Mulheres que sejam casadas com homens italianos, ou casadas com descendentes de italianos poderão solicitar a Dupla Cidadania Italiana ou a sua dupla cidadania (brasileira/italiana) em caso de haver casado anteriormente ao mês de abril do ano de 1983. Então, se você casou antes desta data, solicite já a sua Dupla Cidadania Italiana.

Um homem não italiano, não poderá ter a Dupla Cidadania Italiana reconhecida no caso de se casar com mulher italiana ou casar com mulher descendente de italianos(as). O reconhecimento da Dupla Cidadania Italiana só será possível aos filhos deste casal. Neste caso, se o homem requerer a naturalização italiana, poderá conseguir a sua Dupla Cidadania Italiana.

Um comentário em “Dupla Cidadania Italiana – quem tem direito

  • 7 de maio de 2016 a 18:01
    Permalink

    Prezados, gostaria de dar entrada para obter a dupla cidadania. Meus bisavós eram italianos e ambos faleceram na Itália. Meu avô foi filho deles, já é falecido também (nasceu em Frutal (MG) e faleceu em Brasília: Savério D’Alessandro.
    Uma prima já obteve a dupla cidadania. Eu gostaria de saber se posso aproveitar a documentação dela entregue na Embaixada, sem ter que buscar tudo novamente, pois segundo ela, teve muita dificuldade e é uma prima que não tenho contato.
    Poderiam analisar o caso e me dar orientações?
    Obrigada.

    ALINE D’ALESSANDRO ALVES
    61 8155-3548

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *